#TBT Cinco comebacks icônicos da música pop

Harry Styles, um dos melhores comebacks da música pop | Créditos: Divulgação

O mundo artístico vive de constantes reinvenções. O mercado musical, em especial, exige muitas reinvenções sonoras e visuais. Não faltam exemplos de artistas pop famosos por suas mudanças em estilo de cabelo, roupas e direcionamento musical, especialmente artistas da música pop. Exemplos disso são Madonna, Michael Jackson e, mais recente, Lady Gaga.

Na música pop, os chamados comebacks – reinvenções criativas nas quais os artistas pop voltam surpreendendo o público – são super comuns. Abaixo listamos cinco comebacks icônicos no mercado musical recente.  

Britney Spears – Gimme More

Preciso falar mais alguma coisa? Não, mas vamos lá mesmo assim: um dos momentos mais marcantes do mercado musical! A volta da eterna princesinha do pop causou muito e trouxe à tona a realidade de problemas emocionais enfrentados pela artista na época.

Lily Allen – Hard Out Here

Difícil  alguém que não goste de pelo menos uma música da fada britânica Lily Allen. E, justamente por isso, ela foi uma das artistas pop que mais animou o público ao anunciar um comeback. Depois de anos sem lançar material novo e algumas dificuldades em sua vida pessoal, a cantora voltou com versos declarando o quanto é difícil ser mulher. No entanto, o vídeo rendeu muita polêmica no mercado musical, já que foi acusado de usar estereótipos racistas. No entanto, a partir desse debate, muitas reflexões sobre questões sociais foram repercutidas a partir deste trabalho.

Lorde – Green Light

A menina-prodígio da mercado musical neozelandês arrebatou a música pop com seu álbum de estreia, Pure Heroin. O hype foi tão grande que a expectativa pelo segundo compilado de músicas era gigante. Mas a novinha do indie pop não decepcionou e o álbum Melodrama veio todo trabalhado nos conceitos e dancinhas performáticas, característica memorável da artista. A música “Green Light” foi o single que abriu os trabalhos desse comeback aclamado pelo mercado musical.

Kesha – Praying

Um dos nomes de maior sucesso dos anos 2000, Kesha trouxe sua voz carregada de sintetizadores e marcou o mercado musical americano. No entanto, por conta de assédios por parte de seu produtor, sua carreira foi colocada em hiatos durante anos. Depois de muita luta e algumas batalhas judiciais, ela voltou com um hino empoderado e que marcou seu retorno triunfal aos palcos.

 

Harry Styles – Sign of the Times

Reizinho do pop rock que chama, né? O ex-One Direction Harry Styles ressurgiu depois de sair da boy band que o tornou nome conhecido na música pop. Investindo em uma identidade visual mais sóbria e com sonoridade rebuscada em comparação à música pop teen que seu antigo grupo fazia, o artista conseguiu se recolocar no mercado musical e conquistar seu espaço em carreira solo.

Deixe uma resposta

Baixe a segunda edição da Revista Clubbing

Vai chegar no seu email!

X