Spotify lança extensão que oferece igualdade de gênero nas playlists dos usuários

Somente Taylor Swift e Selena Gomez estão no top 10 mundial da plataforma

Foto: Reprodução/Divulgação

Nos últimos anos, um dos assuntos que mais está em pauta é a igualdade de gênero. Na semana do Dia da Mulher, o Spotify, nossa plataforma queridinha de música, lançou uma extensão especial, que mapeia a quantidade de artistas homens e mulheres existentes em sua playlist. É um jeito do usuário refletir sobre as diferenças de gênero nas músicas que ele escuta. Curioso, né?

Como funciona

O nome da extensão do Spotify é “Smirnoff equalizer”. Ela mapeia os dados em porcentagem de homens e mulheres escutados na plataforma de streaming, através de álbuns, faixas e artistas que você ouviu no aplicativo. Mas a parte mais interessante é que, se o seu resultado for mais músicos masculinos, a plataforma disponibiliza uma playlist onde há a igualdade de gênero.

Não tem jeito melhor de mostrar a representatividade feminina no Dia das Mulheres, né? Assim, elas alcançamos o merecido lugar e conquistam o reconhecimento.

De onde veio a ideia

O Spotify divulgou que a ideia surgiu a partir de falta de representação feminina na plataforma em 2017. Sabia que somente a Taylor Swift e a Selena Gomez ficaram na lista das dez músicas mais ouvidas mundialmente do aplicativo? E, infelizmente, não houve mulheres na lista dos dez artistas mais acessados. Que decepção, hein?

Já no top dez do Brasil, também há somente duas figuras femininas: Marília Mendonça e a dupla Maiara e Maraísa. No ranking das mais ouvidas no Spotify Brasil, ficou somente a dupla Simone e Simaria. Ô sofrência! Tá faltando a igualdade de gênero aqui.

Que ideia genial para o Dia das Mulheres, né? Corre já para testar essa ferramenta nova do Spotify

Deixe uma resposta

Baixe a segunda edição da Revista Clubbing

Vai chegar no seu email!

X